Customização de carro

15 de abril de 2022 / 77 / Cultura
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Tunning. Foto – Pexels / Erik Mclean

Tunning. Foto – Pexels / Erik Mclean

EU POSSO CUSTOMIZAR O MEU CARRO DO JEITO QUE EU QUIZER?

Ver carros customizados nas ruas e em filmes geralmente chama a atenção e pode dar vontade de personalizar o nosso também. Mas é preciso saber que estas personalizações são limitadas por lei e quem tem vontade de ter um carro customizado, geralmente tem dúvidas sobre o que pode ser feito.

Customizar um carro é quando modificamos um veículo que saiu de fábrica, pode ser modificações internas como por exemplo: colocar uma capa no volante, altera o estofamento, instalar um equipamento de som. Na parte externa, com novas rodas e um motor mais potente, onde pode existir restrições.

O tunning começou a ser mais conhecido no Brasil após o filme Velozes e Furiosos e movimenta no pais cerca de R$ 8 bilhões por ano, tornando um prática cada vez mais popular, já que muitas pessoas querem deixar o seu carro com a sua cara, mais próximos de sua personalidade, com pneus e rodas exclusivas, motor mais potente e uma iluminação diferenciada.

Agora vale lembrar que a legislação brasileira é mais rigorosa que em outros países, onde a customização é mais frequente, como nos Estados Unidos, Alemanha, Japão e França. É recomendável fazer tudo dentro da lei, para não levar uma multa e ter que refazer o que já foi feito.

 

Picape customizada. Foto – Pexels / Jonathan Petersson

Picape customizada. Foto – Pexels / Jonathan Petersson

 

DICAS BÁSICAS PARA CUSTOMIZAR O SEU CARRO DENTRO DA LEI

A primeira providência é solicitar uma autorização para as modificações a serem feitas no departamento de trânsito, (Detran) e depois levar o carro para uma vistoria. Nunca faça as modificações antes da autorização, pois elas podem ser reprovadas na vistoria.

Algumas modificações são proibidas, como faróis de xênon (se não forem itens de fábrica), rebaixar excessivamente o carro a menos de 10cm do solo, aumentar a potência do motor acima de 10% da potencia original de fábrica e aumentar as rodas de forma que toque em outras partes do carro.

Quando você imagina um carro tunado já imagina ele com cores chamativas e gráficos irados. Mas é preciso alterar a documentação do veículo, caso estas modificações exceda 50% da lataria. Outra modificação frequente é no sistema de som, mas tem que prestar atenção para que ele não ultrapasse o limite de decibéis permito, senão será multado. Instalação de luzes em baixo do carro e internamente são permitidas, só existe restrição quanto aos faróis de xênon.

Um maior cuidado deve se ter com itens que são considerados de segurança, como alteração de rodas e motorização. É permitido a troca de motor e também recomendado ser feito um teste antes da autorização para circular, porque como por exemplo, motores que emitem grande quantidade de poluentes, com certeza serão reprovados. As rodas e pneus também são considerados itens de segurança, ser for algo simples como uma pintura não precisa de autorização do Detran, mas no caso de aumento de diâmetro, ela precisam ficar dentro dos limites dos para lamas.

Depois de fazer as modificações que você sempre sonhou no seu carro, traga ele na Fly Bosch Service, e faça uma revisão nos itens de segurança, para você rodar tranquilo.

 

Fontes

https://motorsw.com.br/

https://cnh.digital

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List