Mountain Bike Downhill

5 de junho de 2022 / 23 / Esportes
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Downhill salto. Foto – Pexels / Hessel Geriet

Downhill salto. Foto – Pexels / Hessel Geriet

O DOWNHILL É A MODALIDADE DE BIKE MAIS RADICAL

Downhill consiste em descer uma montanha na maior velocidade possível, onde no percurso existem diversos obstáculos e irregularidades, como pedras soltas, buracos, raízes e galhos de árvores. Os trajetos são sempre muito íngremes exigindo bastante técnica do ciclista.

Nascida na Califórnia na segunda metade da década de 1970, o downhill era praticado com bicicletas comuns de passeio, com apenas o freio traseiro do tipo “contrapedal”, as pistas eram estradões de terra, com trilhas sem muitos obstáculos onde a velocidade era a prioridade.

Atualmente o downhill utiliza uma bike própria, os modelos geralmente contam com quadros em materiais como alumínio, carbono ou aço e possuem uma geometria adaptada as exigências e tipo de terreno, inclinada para trás, para ajudar no equilíbrio durante as descidas íngremes e curvas fechadas.

As bikes modernas para downhill utilizam suspensão full suspension na traseira e dianteira para absorver melhor os impactos dos terrenos acidentados, com freios a disco hidráulicos e os pneus variam de acordo com o terreno, mas na maioria das vezes são pneus largos de boa aderência. A relação de marchas é mais pesada, para poder acelerar nas descidas.

Bike dowhill. Foto – Pexels / Irene Lasus

Bike dowhill. Foto – Pexels / Irene Lasus

Para praticar downhill com segurança é necessário alguns equipamentos como capacete modelo full face, parecido com os capacetes de motocross, porém mais leves, para a maior mobilidade do pescoço, óculos para downhill, luvas, joelheiras, cotoveleiras, além de um tênis. As roupas para a modalidade são semelhantes à de motocross, porem mais leves, disponibilizam uma melhor transpiração da pele, com partes acolchoadas que trazem conforto e segurança.

Para uma prática segura é preciso conhecer com antecedência o trajeto, avaliar o terreno, as melhores linhas a serem usadas, as mais velozes e as mais técnicas. É importante manter um intervalo de 30 segundos a 2 minutos por praticante, afinal as velocidades podem chegar próximas a 80 km/h e vai ficar difícil parar, se outro praticante cair no meio do caminho.

Uma variação é o downhill urbano, onde os percursos são feitos nas cidades, utilizando-se de obstáculos urbanos, como escadarias e muros. Um exemplo dessa modalidade é a Descida das Escadarias de Santos, que faz parte de uma das etapas do Campeonato Mundial de Downhill Urbano.

Fontes

https://thebikeculture.com/

www.lobi.com.br/

https://blog.bikeregistrada.com.br/

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List