O comportamento dos cavalos

15 de novembro de 2021 / 20 / Cultura
Facebook It
Tweet It
Pinterest It

Pexels / Jennifer Murray

OS CAVALOS ACOMPANHAM O HOMEM HÁ MUITOS ANOS, ATÉ HOJE, NOS AJUDAM A DESENVOLVER DIVERSAS ATIVIDADES.

Ao ser obrigado a viver sozinho, sem outros animais da mesma espécie, o cavalo entende que seu líder é o homem mais próximo, aquele que o alimenta, o treina e determina como ele deve agir.

O cavalo é uma animal que vive em grupos e, como acontece nos grupos, sempre existe um líder. Geralmente o garanhão comanda a tropa e, na ausência deste, a liderança é feita por uma égua madrinha. É ela quem disciplina a manada, decide onde a manada comerá e quais éguas o garanhão cobrirá. A comunicação com o grupo é feita por meio da linguagem corporal.

A égua também pune o membro, isolando-o do grupo. Esta é a forma efetiva de disciplina numa manada, pois, o isolamento deixa o cavalo vulnerável aos predadores. Quando ele reconsidera sua posição e pede para voltar ao grupo, a fêmea deixa que ele retome seu lugar na manada.

A presença do líder é fundamental e quando o cavalo vive sozinho ele fica sem referências. Ou seja, ele precisa saber a quem obedecer, alguém que tome as decisões por ele.

O cavalo é um animal de fuga, ou seja, sua principal defesa é fugir. Por isso, ele está sempre alerta e se assusta facilmente. Eles fogem e percorrem aproximadamente uma distância de 600 m antes de virarem e reconsiderarem a situação. Caso eles achem que a fuga foi em vão, eles recorrem à luta.

Sempre que chegamos perto do animal, devemos conversar com ele para chamar sua atenção e não assustá-lo. Devemos sempre evitar movimentos rápidos, pelo mesmo motivo.

O animal não deve perceber o homem como inimigo, mas como alguém mais forte do que ele, porém amigo (líder no qual se pode confiar). É muito importante que o cavalo respeite o homem e fique sujeito à vontade dele, do cavaleiro. Quando ele está receoso de passar em algum lugar que lhe cause medo, precisamos acalmá-lo e encorajá-lo. A punição pode reforçar o medo e ter efeito contrário ao desejado.

Quando domamos o animal, ele passa a nos obedecer como a um líder. Entretanto, é comum o animal testar o cavaleiro (desafiando a liderança), principalmente o garanhão e animais recém-domados. Por isso, existe o ditado: “Cavalo novo, cavaleiro velho.”

Fonte – https://www.cpt.com.br/dicas-cursos-cpt/o-comportamento-dos-cavalos

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List