Segurança Automotiva

21 de maio de 2022 / 39 / Mercado
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Foto Pexels / Burak Kebaber

Foto Pexels / Burak Kebaber

SEGURANÇA AUTOMOTIVA, DO CINTO DE SEGURANÇA AO PARA-BRISA DE REALIDADE AUMENTADA.

Nos últimos 50 anos a segurança automotiva percorreu um longo caminho. Por não considerarem que a segurança era um recurso de vendas, as montadoras demoraram a implementá-las.

Os painéis acochados nos volantes e o cinto de segurança, foram os primeiros dispositivos. No caso do cinto de segurança, no começo as pessoas reagiram muito negativamente a este regulamento e só foram aceitos depois da obrigação na legislação de transito.

Os cintos de ombro foram adicionados como equipamento padrão primeiro como um cinto separado e depois combinados em uma peça chamada cinto de 3 pontos, que utilizamos até hoje.

Os carros equipados com airbag do lado do motorista começaram a aparecer em quantidade e meados da década de 1990, todos os veículos tinham que ter os dois airbags nos EUA e os airbags de impacto lateral começaram a ser adicionados aos veículos e, eventualmente, tornaram-se equipamento padrão.

Assentos de segurança para crianças é outro salto quântico na segurança do carro, assim como os dispositivos de segurança ativo, tecnologia cada vez mais presente nos carros modernos.

À medida que os veículos melhoravam com os avanços tecnológicos, velocidades mais rápidas eram alcançadas .Os fabricantes de automóveis ficaram mais preocupados em melhorar a segurança do carro e prevenir lesões e mortes, adotando uma abordagem prática para a pilotagem, os cintos de segurança e os airbags continuam sendo o padrão de segurança mínima do carro e sensores e câmeras estão tendo um papel importante na segurança do carro.

Cinto de segurança. Foto Pexels / Tim Samuel

Cinto de segurança. Foto Pexels / Tim Samuel

AS NOVAS TECNOLOGIAS DE SEGURANÇA AUTOMOTIVA

DETECÇÃO DE ANIMAIS

Com a nova tecnologia do carro, como radares e câmeras infravermelhas, o carro poderá detectar animais e aplicar os freios automaticamente. Empresas como Volvo, Audi, Ford e Mercedes-Benz estão incorporando sistemas de detecção de animais em seus modelos.

FARÓIS INFRAVERMELHOS

Durante o mau tempo, como neblina, chuva e trovoadas, as condições de condução tornam-se mais perigosas. Para ajudar os motoristas a enxergar mais longe em más condições de direção, empresas automobilísticas estão se voltando para os faróis infravermelhos. A Audi, Ford, BMW e Toyota já estão se voltando para os faróis infravermelhos.

DESLIGAMENTO REMOTO DO VEÍCULO

Às vezes, os carros precisam ser desligados por causa de condução imprudente por exemplo. O desligamento remoto do veículo permitirá que a tecnologia desligue um carro em um raio de 50m.

Com essa tecnologia, há outras logísticas a serem consideradas, como quando desligar um carro. Ainda há inércia e gravidade em jogo e essa tecnologia pode desengatar um carro no meio do tráfego. GM e Toyota são algumas das empresas automobilísticas que trabalham nesta tecnologia.

SISTEMA DE SUBSTITUIÇÃO DO MOTORISTA

Embora nem todos os carros sejam autônomos, eles podem ser semi autônomos. Com o sistema de substituição do motorista, o carro poderá aplicar os freios mesmo em alguns casos quando o motorista estiver acelerando. Empresas de automóveis como Nissan, volkswagen, Volvo e Toyota estão investindo em sistemas de substituição de motorista.

Air bag

Air bag

ALERTA DE INFRAESTRUTURA DINÂMICA

Nessa futura tecnologia automotiva para conectar-se a mapas de infraestrutura em tempo real para monitorar as mudanças nos parâmetros de direção e nas condições das estradas. Será como o Google Maps, mas com mais dados em tempo real baseados em construção e tráfego e perigos como buracos. As empresas que usam alertas dinâmicos de infraestrutura incluem Toyota, GM e Mercedes-Benz.

PARA-BRISAS DE REALIDADE AUMENTADA

A realidade aumentada desempenhará um grande papel nas tecnologias futuras e pode começar com o para-brisa dos carros. Enquanto usamos para-brisas para ver a estrada, o painel do carro pode realmente fazer parte do para-brisa para fornecer dados em tempo real sobre velocidade, combustível, temperatura e direções. Empresas como Jaguar, BMW, Ford e GM estão investindo em para-brisas de realidade aumentada.

ACESSO DE VEÍCULO BIOMÉTRICO

Há uma experiência de condução mais personalizada no futuro. O acesso biométrico de veículos tiraria suas chaves e as colocaria literalmente em suas mãos. Com esta tecnologia de carro do futuro, os motoristas poderão usar suas impressões digitais para desbloquear seus carros e até autenticar o motorista.

Também ajudaria no roubo de carros, por meio desse rastreamento e autenticação biométrica pessoal. Mitsubishi, Ford, Mercedes-Benz e Volkswagan são algumas das empresas automobilísticas que estão investindo atualmente.

ALERTA DE TRÁFEGO BASEADOS EM REDE

O trânsito é uma das partes mais desafiadoras ou chatas dos deslocamentos de qualquer pessoa. Bem, e se você pudesse enviar mensagens para outros motoristas na estrada sobre as condições atuais do tráfego? Com os alertas de tráfego baseados em rede, os motoristas serão notificados sobre congestionamentos e poderão redirecionar com base em dados em tempo real. Os alertas de tráfego baseados em rede trarão um aumento de 97% no tráfego de dados nos próximos 10 anos. A GM, Volvo e BMW estão atualmente trabalhando nessas aplicações de tecnologia automotiva.

CARROS AUTÔNOMOS

Uma das tendências mais comentadas são os carros autônomos, especialmente com os recentes programas piloto da Uber para uso comercial e de passageiros. Nos Estados Unidos, alguns estados já legalizaram os carros autônomos. Lexus, Tesla, Mercedes-Benz e Ford começaram a trabalhar em carros autônomos.

Para brisas com digital

Para brisas com digital

MONITORAMENTO ATIVO DE SAÚDE

A tecnologia de monitoramento ativo de saúde pode ajudar em acidentes relacionados à saúde – como dirigir por muito tempo ou com pressão baixa ou embriagado.

O sistema será capaz de detectar se alguém está tendo um problema cardiovascular, por exemplo, um ataque cardíaco, e também pode ser usado para detectar os sintomas de outras condições, como pressão alta ou desequilíbrios eletrolíticos. Isso não beneficia apenas o motorista; mas também poderia tornar as estradas mais seguras para todos os usuários.

Fontes

www.automotivesafetycouncil.org/

www.streetdirectory.com/

www.prescouter.com/

www.idneo.com

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List